•  ENTREVISTA COM EXEQUIEL

Exequiel – residente das noites Freak Chic e Superafter, acabou de chegar da sua primeira tour pela Europa. Solicitamos ao argentino de Santa Fé, uma rápida entrevista para o site do D-EDGE.

 

– Como foi sua infância musical e quando você decidiu que seguiria pela trilha da música e a vida de DJ?
Quando era adolescente na Argentina, fazia parte de uma banda de ska e punk, tocando baixo. Depois mudei para Buenos Aires, onde morei em ‘squats’ e comecei a fazer festas. Ali conheci a música eletrônica, mas na verdade sempre fui apaixonado pela música em geral.

 

– Desde quando está no Brasil e como você vê o mercado atual de música eletrônica, por aqui?
Entre idas e vindas, já são 10 anos. Vejo uma evolução no mercado brasileiro, com novos e bons artistas destacando-se. Mas acredito, que ainda vá crescer muito mais.

 

– Quais artistas e DJs lhe inspiram? Algum argentino em especial?
Admiro muito a galera da Keinemusik (&Me, Rampa, Adan Port), que mesclam o techno de Berlim com persecuções e batucadas latinas. Dos argentinos, admiro o Deep Mariano, o Juan Zolbaran e a galera da Undertones.

 

– Recentemente saiu uma ‘track’ sua pela nova compilação da D-EDGE Records. Como é seu processo criativo?
Gosto de produzir minhas músicas de manhã, com a cabeça fresca o no meio da madrugada com meus amigos.

 

(Fabio Spavieri)

 

Facebook
Soundcloud




< Voltar