•  JONAS KOPP

Poucos disputavam Jonas Kopp como sendo uma das figuras mais proeminentes e emocionantes que surgiram da Argentina nos últimos anos. Um produtor consagrado , remixer sob demanda e de performance versátil, o DJ passou rapidamente do segredo mais bem guardado de Buenos Aires para uma das casas líderes contemporâneas do techno, a par com grande nomes que desafiam o gênero, como Levon Vincent, Ben Klock, Marcel Dettman e Ryan Elliot.

Da sua cidade natal Buenos Aires, para as cabines e editoras internacionais, Jonas Kopp tem levado consigo o talento inato, reconhecido unanimemente pelo público e imprensa especializada. O seus temas, são ou inspirados no deep house de Chicago ou focados num techno cerebral , ganharam destaque em 2006.  Desde 2006, as musicas dele saíram pela MindTrip de Pfirter, Deeply Rooted House (DJ Deep), Stroboscopic Artefacts (Lucy), Ilian Tape (Zenker Brothers ), Warm Up Recordings (Oscar Mulero) e CLR (Chris Liebing).

A carreira musical de Jonas começou cedo. Aos 19 anos, ele havia feito seu primeiro CD completo com o nome da Área 64 enquanto trabalhava como DJ residente em uma estação local de rádio FM de Buenos Aires. Em 2006, ele fez sua debut propriamente dita na impressão da MindTrip Music da label Pfirter, e vem se divertindo com uma nuance de estilos desde então. Mas foi em um club em Chicago (Curle), que ele começou projetar o techno com linhas de grave cavernosas e ritmos hipnotizantes. Ele criou essa assinatura distinta e poderosa na Artefacts Stroboscopic, Krill Music, Ostgut Ton.

Um intérprete multifacetado, Jonas tornou-se conhecido pelos seus três CDJs ,  que formam uma viagem vertiginosa através de tempos e temperamentos . Enquanto isso, seu programa de PA ao vivo, foi refinado ao longo dos anos, usando uma mistura de equipamentos digitais e analógicos, revelados pela primeira vez no prestigiado Berghain em julho de 2010.  Ele permaneceu como um DJ regular na instituição de Berghain , tocando em clubes em toda a Europa, ADE, Sonar e Trouw de Amsterdã.

 




< Voltar